Project Description

Davi Lago

tecnoética | escrita

Davi Lago é professor e coordenador de pesquisa no Laboratório de Política, Comportamento e Mídia da Fundação São Paulo/PUC-SP. É mestre em Teoria do Direito pela PUC Minas, graduado em Direito pela PUC Minas e especialista em Storytelling & Branded Content pela ESPM. Assina a coluna Perspectivas de Carreira na Revista HSM e escreve com regularidade para os principais portais da mídia como Revista Veja, O Estado de S. Paulo, Correio da Kianda (Angola) e G1.
É um dos palestrantes e formadores de opinião mais versáteis do Brasil combinando qualidades raras: formação intelectual sólida, perfil conciliador e oratória cativante. Suas pautas atuais estão na interface ética, tecnologia e sociedade.

BAIXAR APRESENTAÇÃO

serviços

Palestra sobre as implicações éticas da tecnologia para marcas e instituições  Consciente ou inconscientemente tomamos decisões diante de dilemas oriundos do avanço tecnocientífico. O objetivo desta palestra é apresentar um quadro dos desafios éticos essenciais impostos pela inovação tecnológica, esclarecer seus impactos nos negócios e apontar os caminhos possíveis para superá-los.

  • A relevância da tecnoética no campo econômico e cultural
  • Risco ético: panorama dos desafios tecnoéticos contemporâneos
  • Possibilidades decisórias: soluções éticas aos impasses tecnológicos

A preleção apresenta exemplos concretos e sintetiza conceitos indispensáveis para gestão de marcas contemporâneas como: homo ecranis (cultura-tela), ética robótica, metaverso, hiperauditórios e armificação facial. Todo conteúdo é desdobramento das atividades de Davi Lago como coordenador do grupo de pesquisa Cidades Transparentes no Laboratório de Política, Comportamento e Mídia da Fundação São Paulo (LABÔ/PUC-SP).

Treinamento de equipes corporativas e gerenciais, educadores, profissionais de RH e orientadores vocacionais Os profissionais deste século precisam desenvolver competências que os tornem capazes de inventar, testar e avaliar hipóteses, interagir socialmente, dominar e ensinar as máquinas. No curso da atual revolução tecnológica, os empregos mais vulneráveis são os mecânicos, repetitivos e de baixa interação social. Hoje não são apenas os trabalhadores de fábricas que estão ameaçados diante de máquinas capazes de executarem serviços com maior destreza e velocidade. Os colaboradores que realizam serviços burocráticos e repetitivos também podem ser substituídos por softwares. Por outro lado, postos que necessitem de trabalhadores com inteligência social, capacidade criativa, senso de humor, habilidades negociais, são menos vulneráveis em face da automação. Sem dúvida alguma, o futuro é humano. Este programa de capacitação oferece um ciclo de oito palestras sobre as habilidades humanas:

  1. Introdução: A ascensão das habilidades humanas
  2. Autoconsciência: capacidade de entender o que motiva, o que frustra, o que vale, o que não vale, o que tem propósito
  3. Pensamento crítico e integrado: capacidade de interpretar fatos, números, relatórios, cenários complexos, variáveis e perceber a conexão de assuntos
  4. Empatia: capacidade de entender e se conectar afetivamente com outros seres humanos
  5. Criatividade: capacidade de pensar novas soluções, combinar conhecimentos, gerar valor
  6. Inteligência emocional: capacidade de lidar com emoções em situações diversas
  7. Comunicação: capacidade de se expressar com eficiência
  8. Assimilação: capacidade de aprender, conseguir filtrar conteúdos e transformar o conhecimento em sabedoria prática

Palestra baseada na pesquisa inovadora, direta e prática apresentada no livro #umdiasemreclamar (Ed. Citadel) de Davi Lago e Marcelo Galuppo. A preleção explica a importância da gratidão em diferentes sociedades, crenças e regimes políticos desde o surgimento do homem como ser social, realçando sua força para construção de vínculos de solidariedade e confiança. Como disse Goethe: “a ingratidão é sempre uma forma de fraqueza. Nunca vi pessoas competentes serem ingratas”.

  • Os males da ingratidão
  • O que é gratidão
  • Por que ser grato
  • Por que é tão difícil ser grato
  • Sete exercícios de gratidão
  1. Introdução: A ascensão das habilidades humanas
  2. Autoconsciência: capacidade de entender o que motiva, o que frustra, o que vale, o que não vale, o que tem propósito
  3. Pensamento crítico e integrado: capacidade de interpretar fatos, números, relatórios, cenários complexos, variáveis e perceber a conexão de assuntos
  4. Empatia: capacidade de entender e se conectar afetivamente com outros seres humanos
  5. Criatividade: capacidade de pensar novas soluções, combinar conhecimentos, gerar valor
  6. Inteligência emocional: capacidade de lidar com emoções em situações diversas
  7. Comunicação: capacidade de se expressar com eficiência
  8. Assimilação: capacidade de aprender, conseguir filtrar conteúdos e transformar o conhecimento em sabedoria prática
Contrate agora

clipping

Brasil Polifônico

Saia da sua bolha

Opinião Nacional | Davi Lago

BR Fanatismo e pandemia | com Davi Lago

Interessou? mande uma mensagem!

Fale com a gente. A Tambor conta com uma equipe sempre conectada para atender às suas necessidades. Use o formulário abaixo, mande-nos um e-mail (contato@tambor.biz) ou ligue para 11 94931 7069